Tertúlias Expressivas

Partilha e reflexão sobre as potencialidades expressivas nos vários contextos

Num ambiente intimista, familiar e envolvente, será promovido espaço de partilha e de reflexão, visa contribuir na aproximação entre os diversos sócios e público em geral, servindo como um meio de divulgação e estimulação das actividades expressivas, artísticas e não artísticas. Conta com a participação de agentes, técnicos e demais profissionais, convidados, entendidos na matéria.

Sob a forma de encontros, normalmente com periocidade mensal, são realizados em locais públicos, com entrada gratuita a quem desejar participar, apresentando trabalhos, filmes, comentários, espaços de discussão e reflexão sobre temáticas relacionadas com as Terapias Expressivas.

Tertúlias Expressivas já realizadas:

  • Ciclo de tertúlias sobre a Vida e a obra de Nise da Silveira (1905/1999) Três sessões

Apelidada de psiquiatra rebelde, já que desde cedo se opôs ao tratamento que era dado aos doentes mentais (camisas de forças, eletrochoques, coma insulínico, psicofarmacologia), substituindo-o por tratamentos mais humanizados, onde incluiu a expressão plástica, a modelagem e diversas actividades expressivas, como meio para aceder ao mundo interno dos doentes internados em hospital psiquiátrico.

Tratou a loucura com afecto, revolucionando o campo da psiquiatria e do tratamento dos até aí chamados doentes e loucos, abrindo portas à expressão e à criatividade. Foram convidados artistas plásticos, e a Galeria Aberta.

  • Ciclo de Tertúlias subordinado ao tema Artistas de rua

Realizadas em três sessões, centrado na questão da arte da rua e das suas múltiplas faces como elemento de diversão, de divulgação, de satisfação de necessidades e como espaço de cultura.

Ao mesmo tempo visou desconstruir a imagem de marginalidade, ilegalidade e de comportamentos anti-sociais a que muitas das vezes as ditas artes de rua, surgem associadas, contribuindo na construção de um novo olhar público sobre o artista de rua e ampliando o conhecimento sobre esta realidade.

Foram abordadas diferentes formas de expressão artística e de criatividade, com vista a chamar a atenção para o potencial artístico e cultural dos artistas de rua. participaram diversos artistas de rua, que foram convidados e que nos deram o seu excelente contributo.

Autor: Vivenciarte

Gostou? Partilhe em: